Se a sua dieta falhar, tente de novo; o seu coração agradece

Estudo publicado na revista “Nutrients”

16 novembro 2018
  |  Partilhar:
Os fatores de risco das doenças cardiovasculares seguem de perto alterações nos padrões alimentares, mesmo que sejam só por um mês, é a conclusão de um estudo.
 
Wayne Campbell, investigador principal neste estudo, da Universidade de Purdue, EUA, avançou que “se somos inconsistentes sobre o género de alimentos que consumimos, os nossos fatores de risco para desenvolver aquelas doenças vão oscilar”.
 
“Mesmo a curto prazo, as nossas escolhas alimentares influenciam o nosso sucesso ou insucesso numa consulta com o nosso médico”, disse.
 
Para avaliar se as oscilações na alimentação afetavam os fatores de risco da diabetes e das doenças cardiovasculares (como colesterol e tensão arterial), a equipa analisou dois estudos que tinham sido liderados anteriormente por Wayne Campbell. 
 
Os participantes nos estudos tinham seguido dois tipos de dieta: a dieta DASH (“Dietary Approaches to Stop Hypertension”) destinada a baixar a hipertensão, limitando o consumo de sal, e a dieta mediterrânica, que pretende aumentar o consumo de gorduras saudáveis. Ambas as dietas incluíam fruta, produtos hortícolas e cereais integrais em abundância.
 
As dietas saudáveis foram seguidas durante cinco ou seis semanas, ao fim das quais foram medidos os fatores de risco nos participantes. Depois, estes voltaram à sua dieta normal durante quatro semanas, ao fim das quais foram novamente avaliados. Seguidamente, voltaram a adotar uma dieta saudável durante cinco ou seis semanas, seguindo-se uma última avaliação.
 
Os resultados foram quase como se esperava: uma “montanha-russa cardiovascular”, descreveu a equipa. A rapidez no melhoramento da saúde dos participantes após adotarem uma dieta saudável foi impressionante; foram necessárias apenas algumas semanas de alimentação saudável para que a tensão arterial e o colesterol baixassem. 
 
“Estes achados devem encorajar as pessoas a tentarem de novo se falharem na sua primeira tentativa de adotarem um padrão alimentar saudável”, concluiu Wayne Campbell. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar