Projeto do INEM ganha prémio "Healthcare Excellence"

Projeto intitulado “Via Verde da Reanimação”

24 outubro 2018
  |  Partilhar:
O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) recebeu o prémio “Healthcare Excellence”, uma iniciativa em quinta edição que distingue projetos de melhoria da qualidade de serviços de saúde prestados aos utentes, anunciou a agência Lusa.
 
O prémio, uma iniciativa da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH), distinguiu o projeto do INEM “Via Verde da Reanimação”, que tem como primeiro objetivo salvar pessoas em situação de paragem cardiorrespiratória, e que, não sendo possível, procura preservar órgãos para aumentar o número de transplantações.
 
A APAH lembrou que o projeto “Via Verde da Reanimação” começou como projeto-piloto em 2016 no Centro Hospitalar de São João, no Porto, e diz que dos 36 casos de paragem cardiorrespiratória encaminhadas pelo INEM foram recuperadas quatro vidas, feitas 44 doações e realizados 33 transplantes renais.
 
O mesmo método do projeto-piloto foi, entretanto, aplicado na região da grande Lisboa.
 
A primeira menção honrosa foi para o projeto “Utilizadores frequentes do Serviço de Urgência Geral”, do Hospital Garcia de Orta e do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Almada Seixal. Destina-se a utentes que vão muito às urgências e foi possível reduzir o número.
 
Uma segunda menção honrosa foi para o Centro Hospital da Cova da Beira, com o projeto “Telemonitorização de doentes com insuficiência cardíaca crónica (ICC)”. A iniciativa permite detetar precocemente episódios de descompensação e diminuir e prevenir hospitalizações.
 
Os três vencedores foram distinguidos entre seis projetos finalistas apresentados na secção regional do Norte da Ordem dos Médicos, no Porto, onde decorreu a entrega dos prémios.
 
A iniciativa da APAH pretende distinguir projetos de melhoria da qualidade dos serviços prestados aos utentes que tenham resultado numa melhoria do acesso, da eficiência, da segurança, ou dos resultados obtidos na prestação de cuidados de saúde.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar