Infeções na gravidez podem ser origem de problemas psiquiátricos da criança

Estudo publicado na revista “Molecular Psychiatry”

06 novembro 2019
  |  Partilhar:
Investigadores de Copenhaga demonstraram em ratos que as infeções da grávida podem causar danos no desenvolvimento das células-tronco e células precursoras dos neurónios.
 
A saúde materna é muito importante para o desenvolvimento do cérebro e do feto em geral. Vários fatores influenciam o seu desenvolvimento como a nutrição, o stress, o equilíbrio hormonal e o sistema imunitário da mãe.
 
Os investigadores começaram por analisar o desenvolvimento de neurónios em ratos e verificaram que a resposta imunitária da mãe tinha um efeito que se estendia até às células-tronco e precursoras das células neuronais, levando a problemas no seu desenvolvimento.
 
Mais especificamente, o desenvolvimento dos interneurónios gabaérgicos do córtex, zona do cérebro responsável pela inibição de atividade de algumas células, era prejudicado.
 
Este efeito danoso verificou-se de imediato e com efeito prolongado, com várias manifestações desde o nascimento dos neurónios até ao seu amadurecimento.
 
Além disso, os investigadores descobriram que os ratos recém-nascidos mostravam sintomas que se assemelhavam a problemas psiquiátricos humanos como diminuição da inibição pré-pulso, interações sociais alteradas e declínio cognitivo.
 
Foi ainda possível observar que diferentes células-tronco e precursoras de células neuronais eram afetadas, dependendo da altura em que a mãe era infetada.
 
Isto significa que o momento da infeção influencia e faz variar as consequências, dependendo também da fase de desenvolvimento em que o cérebro se encontra.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar