Identificada ativação dos miofibroblastos que dão origem à fibrose

Estudo publicado na “Nature Communications”

14 outubro 2019
  |  Partilhar:
Um estudo da Faculdade de Medicina Lewis Katz da Universidade Temple, EUA, descreve o canal de sinalização pelo qual a redução de cálcio na mitocôndria funciona como regulador dos miofibroblastos e fibrose.
 
Em caso de danos nos tecidos, os fibroblastos são células “chamadas” para a reparação e que dão origem às células miofibroblastos. 
 
Os investigadores descobriram que quando os níveis de cálcio na mitocôndria descem, o metabolismo celular altera-se e um metabolito de nome α-cetoglutarato torna-se sobrerregulado. 
 
Esta sobrerregulação do α-cetoglutarato altera o ADN celular, modificando a expressão genética da conversão dos fibroblastos em miofibroblastos que fazem a fibrose.
 
A formação de miofibroblastos está associada à cicatrização intensa de danos e feridas. Contudo, a persistência destas células dá origem a doenças como cirrose, fibrose pulmonar ou insuficiência cardíaca.
 
John W. Elrod, investigador, conclui que este estudo permitiu perceber a origem da fibrose: “a acumulação de células fibrosas resulta diretamente da reprogramação genómica dependente do cálcio na mitocôndria e que envolve o α-cetoglutarato. Este, por sua vez, altera a estrutura da cromatina”.
 
Elrod acrescenta ainda que é a primeira vez que sinais extracelulares que modificam diretamente a função mitocondrial são relacionados com alterações no núcleo das células para a produção de miofibroblastos.
 
“Esperamos que os caminhos de sinalização que identificámos como essenciais para a formação das miofibroblastos possam ser manipulados para tratar as doenças fibróticas”.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar