Exercício físico benéfico em pessoas com insuficiência cardíaca

Estudo publicado na revista “Journal of Applied Physiology”

30 outubro 2019
  |  Partilhar:
Um estudo realizado na Universidade de Missouri, EUA, demonstra que as pessoas com insuficiência cardíaca podem e devem fazer exercício, o que melhorará a rigidez dos vasos sanguíneos.
 
Apesar de o exercício físico ser benéfico para toda a gente, os médicos recomendam repouso às pessoas com insuficiência cardíaca com receio que o exercício cause problemas de saúde.
 
Contudo, com base no conhecimento dos efeitos cardiovasculares benéficos do exercício, a equipa analisou-os em porcos, cujos vasos sanguíneos e músculos cardíacos são funcional e estruturalmente semelhantes aos humanos.
 
Os porcos foram divididos em três grupos de insuficiência cardíaca. Num grupo, não praticaram nenhum exercício. Noutro grupo, os animais exercitavam-se com um elevado nível de intensidade por períodos curtos, intercalado com períodos de baixa intensidade. O último grupo praticou exercício constante de baixa intensidade.
 
Os investigadores concluíram que, independentemente da intensidade ou duração, o exercício físico melhorou o estado dos vasos sanguíneos do coração.
 
Craig Emter, investigador, explica que a rigidez dos vasos sanguíneos “pode bloquear ou afetar o fluxo sanguíneo para o coração, levando a vários problemas cardiovasculares” e que qualquer tipo de exercício é bom para o coração, comparando com nenhum exercício.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar