Ébola: número de mortos aumenta para 186

Dados da Organização Mundial de Saúde

08 novembro 2018
  |  Partilhar:
O número de mortos por contaminação de ébola nas províncias de Norte Kivu e Ituri, no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), aumentou para 186 desde 01 de agosto, indicou a Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
Dados da agência das Nações Unidas, referentes a 03 de novembro, apontaram para mais cinco mortos face a dia 01 deste mês, apurou a agência Lusa.
 
A epidemia, declarada na RDCongo a 01 de agosto passado, atinge principalmente as províncias de Norte Kivu e Ituri, as mais populosas na RDCongo.
 
As mortes registadas são mais expressivas nas faixas etárias dos 25 aos 44 anos nos homens e dos 15 aos 24 anos nas mulheres.
 
Mantendo também a tendência de crescimento das mortes provocadas pelo contágio de ébola, o número de casos reportados em 03 deste mês foi de 298, mais 11 do que o total de dois dias antes.
 
Esta epidemia de ébola foi constatada em Mangina, nas províncias de Norte-Kivu e Ituri, alastrando até perto da fronteira com o Uganda, em Beni, região do grupo armado ADF, que multiplicou os ataques contra civis, o que complicou a resposta sanitária.
 
O Uganda começou a vacinar os funcionários na fronteira com RDCongo, onde se regista um trânsito contínuo. Até 28 de outubro, 24.142 ugandeses tinham sido vacinados, desde 08 de agosto, quase metade em Beni, na província de Norte Kivu (12.464).
 
Nos últimos meses, a ONU inquietou-se com o risco de propagação da epidemia ao Burundi, Uganda, Ruanda e Sudão do Sul e, recentemente, uma resolução do Conselho de Segurança instou estes países africanos a reforçarem as capacidades operacionais para lutar contra a doença, em total cooperação com a OMS.
 
A RDCongo foi atingida nove vezes pelo ébola, depois da primeira aparição em 1976 do vírus, que se transmite por contacto físico através de fluidos corporais infetados e que provoca febre hemorrágica.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar