Congresso da Liga Contra o Cancro discute a medicina de precisão

Congresso realizar-se-á em Coimbra, no mês de novembro

11 outubro 2019
  |  Partilhar:
O académico Carlos Oliveira disse que a medicina de precisão no tratamento de doenças oncológicas ainda não está acessível a toda a população porque existem medicamentos que ainda não estão aprovados pela autoridade do medicamento Infarmed.
 
"Há medicamentos que estão de facto disponíveis, teoricamente, mas que ainda não passaram pela malha do Infarmed, que com toda a razão obriga a que haja uma evidência científica", salientou o especialista à agência Lusa, a propósito do congresso "Cancro: da Medicina Personalizada à Medicina de Precisão", que se vai realizar em Coimbra, em novembro.
 
A medicina de precisão "tem sido sobretudo utilizada em doentes que metastizaram, isto é, que, depois de tratados convencionalmente, o tumor reapareceu em localizações diversas e em que normalmente havia poucas hipóteses de tratamento", explicou o académico.
 
"Agora surgem estas possibilidades de utilização destes medicamentos associados a uma outra medida que é a imunoterapia e o tratamento do doente com células do próprio organismo", disse Carlos Oliveira, explicando que a medicina de precisão é baseada na genética.
 
De acordo com Carlos Oliveira, verifica-se atualmente um aumento da incidência do cancro, que, sobretudo, "tem a ver com o envelhecimento da população, porque o cancro é muito mais frequente nas pessoas com idades mais avançadas".
 
Por outro lado, acrescentou, nalguns cancros em que o diagnóstico e o rastreio precoce são possíveis, regista-se um aumento da sobrevivência, como o da mama e próstata, por exemplo, ao contrário do pulmão, que continua com uma mortalidade muito elevada.
 
O Congresso "Cancro: da Medicina Personalizada à Medicina de Precisão", decorre a 22 e 23 de novembro, em Coimbra, com o desafio de efetuar "uma reflexão crítica acerca dos pressupostos, limites e possibilidades da medicina personalizada e medicina de precisão".
 
Estarão em debate temas como o Rastreio Personalizado, Prevenção do Cancro Hereditário, Aconselhamento Genético, Perfil Genómico, Biópsia Líquida, Biomarcadores, Inteligência Artificial, Imunoterapia Personalizada, Necessidade de Apoio Psicológico e outros.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar