Canábis medicinal poderá ajudar a aliviar problemas de saúde em idosos

Estudo apresentado no Congresso da Academia Americana de Neurologia

07 março 2019
  |  Partilhar:
O uso da canábis medicinal poderá trazer alívio a sintomas como dores, problemas de sono ou ansiedade devido a doenças crónicas em idosos.
 
Num estudo efetuado por uma equipa de investigadores do Instituto Neurológico Dent, em Buffalo, EUA, foi observado um melhoramento nos sintomas de doenças como a neuropatia, esclerose lateral amiotrófica, doença de Parkinson, esclerose múltipla e outras.
 
Para o estudo, Laszlo Mechtler e colegas recrutaram 204 idosos com uma média de idades de 81 anos e que eram participantes num programa de uso de canábis medicinal no Estado de Nova Iorque, EUA. 
 
Os participantes usaram tetrahidrocanabinol (THC) e canabidiol (CBD) em rácios variados, durante uma média de quatro meses. A canábis medicinal foi usada por via oral, na forma de um extrato líquido, por cápsula ou vaporizador eletrónico.
 
Após ajustes às dosagens, foram verificados efeitos secundários em 21% dos idosos. O efeito secundário mais comum foi a sonolência (13% dos participantes), problemas de equilíbrio (7%) e distúrbios gastrointestinais (7%). Os efeitos secundários motivaram 3% dos participantes a deixarem de usar a canábis medicinal.
 
Segundo a equipa, o rácio de um para um (de THC para CBD) foi o mais comum nos idosos que não relataram experienciar efeitos secundários.
 
Como resultado, 69% dos participantes consideraram ter experienciado algum alívio nos sintomas das suas doenças. A dor foi o sintoma mais comum para o qual foi relatado alívio (49%), seguida de problemas de sono (18%), neuropatia (15%) e ansiedade (10%).
 
Finalmente, 32% dos participantes relataram ter reduzido o uso de analgésicos opiáceos. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar