Bebidas ácidas e açucaradas estão a causar desgaste dentário nos adultos

Estudo publicado na revista “Clinical Oral Investigations”

05 novembro 2019
  |  Partilhar:
Investigadores da Universidade King’s College de Londres descobriram que o excesso de peso e obesidade estão indubitavelmente ligados ao desgaste dentário, provavelmente causado pelo excesso de refrigerantes consumidos.
 
A equipa, liderada por Saoirse O’Toole, analisou dados do Questionário de Examinação da Saúde e Nutrição Nacionais entre 2003 e 2004 com 3.541 participantes americanos.
 
Foi medido o IMC e o nível de desgaste dentário e foram pedidos aos participantes dados sobre o seu consumo de refrigerantes durante dois dias.
 
O’Tool assegura que “é a natureza ácida de algumas bebidas como as gaseificadas e os sumos de fruta ácidos que levam ao desgaste dentário”, nomeadamente o desgaste do esmalte e da dentina.
 
O desgaste dentário é o terceiro problema dentário mais grave, a seguir às cáries e às doenças das gengivas, sendo o consumo de alimentos doces e ácidos a sua maior causa.
 
As pessoas obesas devem ter especial atenção à sua saúde oral, especialmente por terem outros fator contributivos para o desgaste dentário, como refluxo gástrico.
 
Estudos anteriores desta universidade estimaram que cerca de 30% da população europeia adulta sofra de desgaste dentário, o que leva a alterações na forma dos dentes, torna-os mais sensíveis e a sua estrutura é também comprometida.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar