Vacina HPV não associada a risco de doenças autoimunes

Estudo publicado na revista “CMAJ

30 maio 2018
  |  Partilhar:
Um novo estudo não revelou um aumento do risco de doenças autoimunes em raparigas que receberam a vacina quadrivalente contra o vírus do papiloma humano (HPV).
 
O HPV constitui a doença sexualmente transmissível mais comum globalmente e afeta entre 50 a 75% das pessoas sexualmente ativas. A vacina contra o HPV é muito eficaz, com uma margem de proteção que atinge os 90% das estirpes que causam o cancro cervical e anal. 
 
Desde que foi generalizada, a vacina tem levantado alguma polémica relativamente a possíveis problemas de saúde, entre os quais o risco de doenças autoimunes nas raparigas que a recebem.
 
Com o intuito de perceberem melhor se a vacina contra o HPV estava realmente associada àquele leque de doenças, que incluem a diabetes de tipo 1, a esclerose múltipla, lúpus e artrite reumatoide, uma equipa de investigadores canadianos decidiu investigar registos de pacientes que tinham recebido a vacina.
 
“Apesar da eficácia demonstrada em contextos do mundo real, continuam a persistir receios em relação à segurança da vacina HPV4”, disse Jeffrey Kwong, um dos autores do estudo, do Instituto para Ciências Avaliativas Clínicas e da Saúde Pública de Ontário, Canadá. 
 
Para o efeito, a equipa analisou dados de 290.939 raparigas com 12 a 17 anos de idade, de Ontário, que tinham sido elegíveis para receberem a vacina HPV4 entre 2007 e 2013.
 
Foi apurado que 180.819 tinham recebido a vacina (Gardasil e Merck) e daquele grupo foram detetados 681 diagnósticos de doenças autoimunes nas raparigas, entre uma semana e dois meses após a vacinação. Este número é semelhante ao de casos diagnosticados naquela faixa etária. 
 
“Estes achados juntam-se ao conjunto de evidências sobre a segurança da vacina HPV4 e deverão deixar os pais e prestadores de cuidados de saúde descansados”, concluiu Linda Lévesque, investigadora neste estudo.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário