Tratamento pode evitar metástases de cancro da mama triplo negativo

Estudo apresentado no Congresso Anual da Sociedade Endócrina, EUA

23 abril 2019
  |  Partilhar:
Uma equipa de investigadores descobriu uma combinação de fármacos que poderá reduzir o estabelecimento de metástases no cancro da mama triplo negativo em 50%.
 
Segundo os investigadores, da Universidade de Missouri, EUA, uma célula de cancro da mama pode ser comparada a uma casa com três fechaduras na porta de entrada. As chaves, ou recetores, permitem destrancar a porta e matar a célula. Contudo, com o cancro da mama triplo negativo não existem chaves, o que deixa poucas opções em termos de tratamentos com fármacos.
 
Salman Hyder, investigador que liderou o estudo, explicou que “a maioria das pessoas que sucumbem ao cancro da mama, e em particular aquelas com cancro da mama triplo negativo, é na sequência de metástase, ou após o cancro se ter espalhado para outros órgãos no corpo”.
 
Devido à falta de formas de tratar o cancro da mama triplo negativo com quimioterapia, as pacientes recebem fármacos não específicos e tóxicos. 
 
Com o objetivo de identificar uma nova abordagem não tóxica e específica para aquele tipo de cancro, a equipa decidiu ensaiar um tratamento com a proteína conhecida como p53.
 
A proteína p53 suprime e mata as células cancerígenas em humanos. Contudo, uma forma mutante desta proteína faz o contrário, ajudando as células a crescerem e a multiplicarem-se.
 
A equipa pretendia verificar se dois fármacos descobertos anteriormente tinham a capacidade de evitar a formação de metástases no cancro da mama triplo negativo. 
 
Um dos fármacos é conhecido como APR-246 e tem a capacidade de restabelecer a capacidade da proteína p53 de matar células cancerígenas. O outro fármaco é conhecido como 2aG4 e atua sobre os vasos sanguíneos para matar as células cancerígenas.
 
Os resultados foram animadores. “O número de colónias de metástases foi reduzido quando ambos os compostos foram dados separadamente, e um pouco mais com a combinação de ambos”, sendo a redução na ordem dos 50% com a combinação dos fármacos, indicou Salman Hyder. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário