Descoberto mecanismo de alimentação das células cancerígenas

Estudo anunciado pelo INSA

14 janeiro 2020
  |  Partilhar:
Investigadores identificaram o mecanismo de como as células cancerígenas se alimentam de glicose, uma descoberta que poderá levar ao desenvolvimento de terapias mais precisas contra estas células, anunciou o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).
 
“O mecanismo, até agora desconhecido, da forma como as células humanas regulam a absorção de glicose, o alimento principal das células cancerígenas” foi identificado por uma equipa de investigação liderada pelo Departamento de Genética Humana do INSA.
 
“A entrada de glicose para o interior da célula é um passo chave para o metabolismo do corpo humano, mas também para o sustento da alta taxa de crescimento das células cancerígenas”, afirma o investigador do INSA Peter Jordan, num comunicado a que a Lusa teve acesso.
 
Peter Jordan explica que esta entrada “é mediada por canais formados pelas proteínas transportadoras GLUT na membrana da célula” e que “as células cancerígenas mostram frequentemente uma maior produção das proteínas GLUT”.
 
Para o investigador, os resultados deste estudo “aumentam o conhecimento sobre os mecanismos utilizados por células cancerígenas para assegurarem o seu fornecimento de glicose e poderão levar ao desenvolvimento de terapias dirigidas com maior precisão contra células malignas”.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentário