Consumir 60 gramas diários de frutos de casca rija melhora a função sexual

Estudo publicado na “Nutrients”

14 agosto 2019
  |  Partilhar:
Os homens que seguem uma dieta tipicamente ocidental, mas complementada com o consumo regular de frutos de casca rija, poderão beneficiar de uma melhor função sexual, indicou um estudo recente.
 
Conduzido por uma equipa de investigadores liderados por Jordi Salas-Salvadó, da Universidade Rovira i Virgili, em Tarragona, Espanha, o estudo apurou que o consumo diário de 60 gramas de nozes, avelãs e amêndoas, melhorou o desejo sexual e a qualidade dos orgasmos em homens de idade reprodutora.
 
Pensa-se que a prevalência da disfunção sexual seja de 2% dos homens com idade inferior a 40 anos, cerca de 52% nos de 40 a 70 anos de idade e mais de 85% nos homens com mais de 80 anos de idade. Os fatores de risco associados à disfunção sexual e erétil passam por fumar, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, falta de exercício físico, stress e uma dieta pouco saudável.
 
A equipa tinha, num estudo anterior, descrito que certos frutos de casca rija (nozes, avelãs e amêndoas) faziam melhorar a qualidade do esperma.
 
Para o estudo, que teve a participação de 83 voluntários que seguiam uma alimentação ocidental (pobre em fruta e vegetais e rica em gordura animal), os voluntários dividiram os homens em dois grupos.
 
Um dos grupos continuou a seguir a sua alimentação normal durante 14 semanas. O outro, complementou a sua dieta normal com 60 gramas diários de nozes, avelãs e amêndoas. 
 
No final do período de estudo, todos os participantes completaram um questionário internacionalmente validado, conhecido como IIEF-15 para apurar a sua função sexual.
 
Foi apurado que a complementação de uma dieta ocidental pouco saudável com nozes, avelãs e amêndoas aumentava o desejo sexual e a qualidade dos orgasmos, como mencionado acima.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentário