As pessoas mais altas correm um maior risco de cancro?

Estudo publicado na revista “Proceedings of the Royal Society B”

31 outubro 2018
  |  Partilhar:
Um novo estudo concluiu que as pessoas mais altas apresentam um maior risco de cancro devido ao simples facto de possuírem um número maior de células.
 
A conclusão é da autoria de Leonard Nunney, um biólogo evolucionista da Universidade da Califórnia em Riverside, EUA, que investigou a relação entre a altura das pessoas e o risco de cancro, através de quatro projetos de monitorização de grande escala.
 
Todos os projetos indicavam que os indivíduos mais altos correm um maior risco de cancro, que aumenta 10% por cada 10 centímetros a mais de altura.
 
Relativamente ao risco de cancros específicos em homens e mulheres, o investigador descobriu que nas mulheres mais altas o risco de cancro da tiroide e de pele era maior, e nos homens mais altos, o risco de cancro da pele era mais pronunciado.
 
“Os indivíduos altos apresentam um risco maior de quase todos os cancros”, disse Leonard Nunney. “Mas os cancros da pele – demonstram uma relação inesperadamente forte com a altura. Isto poderá ser devido ao facto de a hormona IGF-1 encontrar-se em níveis mais elevados nos adultos mais altos”. 
 
A hormona IGF-1 tem sido associada a uma taxa mais elevada de divisão celular nos indivíduos altos. Neste contexto, o investigador explica que se as células se dividem com maior frequência, o risco de cancro aumenta. “Se as células da pele se dividem mais rapidamente nas pessoas altas devido aos níveis elevados de IGF-1, isso pode contribuir para um maior risco de melanoma”, deduziu.
 
Dos 18 cancros analisados, Leonard Nunney descobriu que apenas quatro não demonstravam um aumento significativo com a altura: boca, pâncreas, esófago e estômago. O investigador atribui este facto a uma possível relação mais forte destes cancros com fatores ambientais. 
 
Dois fatores causam um aumento no risco de cancro, disse o investigador: ter mais células e ter mais divisões celulares. Sendo assim, quanto mais tempo se vive, maior é o risco de cancro. Por outro lado, os homens são geralmente mais altos do que as mulheres, o que poderá contribuir para a maior incidência de cancro nos homens.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentário